27.11.07

Biocombustíveis prejudicam mais que o petróleo

As dúvidas sobre o impacto positivo do uso de biocombustíveis crescem a cada dia que passa. Acusados de destruir as florestas tropicais e de contribuir para o aumento do preço dos alimentos, agora é a sua própria razão de ser que é posta em causa. Os estudos revelam que estes podem ser piores para o clima do que os combustíveis fósseis.

Segundo o estudo, publicado na revista Atmospheric Chemistry and Physics, a colza, muito usada na Europa para o biodiesel, e o milho, que nos EUA está na base do etanol, produzem entre 50 a 70 por cento mais gases com efeito de estufa do que os combustíveis fósseis. Isto por causa das emissões de óxido nitroso - um subproduto dos fertilizantes à base de nitrogénio usados na agricultura -, que tem 296 vezes mais potencial de aquecimento global que o dióxido de carbono.

in Público

22.11.07

Realeza espanhola ajuda na conservação da espécie Pandas Gigantes

O Panda gigante é uma das espécies mais ameaçadas do planeta, existindo apenas cerca de 1000 indivíduos na natureza. Devido à sua raridade, tem simbolizado os esforços de conservação das espécies em perigo de extinção. É provável que já tenha visto um panda gigante de peluche na montra de uma loja de brinquedos ou até na televisão. O que não é provável é que já um exemplar desta espécie, mesmo num jardim zoológico. É que restam apenas cerca de 1000 pandas gigantes na natureza e são muitos poucos os zoológicos que os possuem. Os pandas gigantes são animais inconfundíveis, pelo seu padrão de pelagem, pela sua timidez e passividade. Pertencem à família Ursídea e o seu nome científico Ailuropoda melanoleuca significa "gato preto e branco". A Realeza espanhola colaborou com a proteção de Pandas entre os países. Sophia visitou um centro em Chengdu (China), onde segurou um panda adoravelmente. Protegida por luvas e capa, a rainha espanhola observa o panda enquanto este se alimenta.
O panda-gigante é um hóspede muito raro nos zoológicos do mundo.
Vamos ajudar esta espécie encantadora a não se extingir...!! fonte: naturlink e Notícias Globo

16.10.07

Healthy Green Tips

- Always write on both sides of a piece of paper - Recycle plastic, metal and glass - Don´t drop litter or stick gun under tables - Turn off the computer minitor when you´re not using it - Unplug your mobile phone recharger when your phone is recharged - Don´t leave your TV or CD player on stand by - Walk or ride your bike around town instead of going on car - Do a sport or hobby instead of being always surfing the net -Don´t eat junk or pre-packeged food - Donate your old clothes to a carity shop - Don´t leave taps running when you´re brushing your teeth - Don´t open the windows when the heater or air-conditioner is on. - Carry out a survey to see how "green" your school and home are -Suggest ways your family, teachers and friends can change bad environmental habits
Thank you!
adapted from"British Counsil Green Tips"

15.10.07

Healthy Green Tipes- correct atitudes

- Always write on both sides of a piece of paper - Recycle plastic, metal and glass - Don´t drop litter or stick gun under tables - Turn off the computer minitor when you´re not using it

4.10.07

Escola ainda mais Verde

Prometemos para este ano novos projectos como senhas ecológicas, wallpapers negros, espaço ecológico na biblioteca, poupança de àgua e luz na escola, cartaz informativos nas salas de aula sobre o ambiente, base de folhas de rascunho na escola e muito mais!!!

23.9.07

O buraco de ozono parou de aumentar!

"Comemora-se esta semana o 20.º aniversário do Protocolo de Montreal, assinado por 191 países, o qual permitu reduzir cerca de 95% de emissões de CFC. Este esforçoconjunto permitu o inverter fenómeno eo o buraco de Ozono parou de aumentar."

in Semanário Sol

Sabendo que a camada de Ozono se auto-regenera podemos concluir que continuam a ser emitidos gases CFC para a atmosfera não deixando o buraco "sarar".

Não gritem vitóra! Devemos continuar a lutar pelo nosso planeta visto ainda existirem outros grandes problemas para resolver, e este também! O gigantesco buraco de Ozono ainda existe, vamos dar tempo ao tempo!

15.9.07

Novo site bio_X

Visitem o nosso novo site onde podem conhecer os nossos projectos!

14.9.07

Reutilize os seus tinteiros...

Os equipamentos informáticos têm cada vez mais relevo na nossa economia e para a maioria das empresas são instrumentos de primeira necessidade. A consequente multiplicação na utilização e na diversificação dos consumíveis informáticos, potenciam a acção negativa que este tipo de lixo informático tem no meio ambiente. Os tinteiros vazios, considerados resíduos especiais, apresentam-se actualmente como um problema ecológico que afecta a sociedade.
Apelamos então à reutilização dos tinteiros possibilitando a luta contra a poluição do meio ambiente.
Ecotintas é uma loja especializada na reutilização de tinteiros/toners para impressoras a jacto/ lasers/faxes, , com entregas ao domicílio e venda de consumíveis informáticos!
-Encha o seu tinteiro/toner usado, poupe até até 50% de um original e seja amigo do ambiente ao mesmo tempo!
R. Nova de S. Crispim, 486- lj.22 4000-361 (junto ao restaurante barrigas), vilavaz@hotmail.com, 22013667/ 936762699/967322229

9.9.07

Poupar Energia... a pesquisar na internet

Quantas horas perdemos a pesquisar no google? Quanta energia/luz é que gastamos a pesquisar num motor de busca com um fundo branco?

Imaginem quanta energia/luz se poupa com um motor de busca com um fundo preto...

P.F. Utilizem o Blackle - Um motor de busca google amigo do ambiente!

Google.Black / Blackle

31.8.07

Esta na hora de ter um Hibrido

Se lhe é imprescindível um carro, se lhe é imprescindível o planeta, se lhe é imprescindível o dinheiro, está na hora de ter o inprescindível, está na hora de ter um Híbrido.
Um automóvel híbrido é um automóvel que possui mais do que um motor sendo que cada um usa um tipo de energia diferente para funcionar. Estes carros utilizam um motor a explosão e um motor elétrico, um utiliza energia proveniente da queima de combustível e o segundo utiliza energia elétrica armazenado através da energia criada pelo andamento do carro.
Se procura um híbrido procure...

28.8.07

Faz do teu planeta...

...um lugar para ti e para os outros, um lugar eterno, um lugar onde possas viver com qualidade, um lugar onde possas admirar a paisagem selvagem, um lugar onde possas admirar a paisagem urbana! Faz do teu planeta um lugar para ti e para os outros respeitando!

9.8.07

Golfinho de água doce da China está provavelmente extinto

O golfinho de água doce do rio Yang-tzé, na China, cuja espécie há tempos estava ameaçada, já deve estar extinto, afirmou uma equipa de pesquisadores, segundo a qual se trata da primeira extinção de baleia ou golfinho em consequência das actividades humanas. O baiji foi visto pela última vez há anos, e uma busca intensa de um mês e meio, no final de 2006, não conseguiu localizar nenhuma evidência de que a espécie tenha sobrevivido, afirmou Samuel Turvey, biólogo da Sociedade Zoológica de Londres, que participou na pesquisa. Para ele, o desaparecimento do golfinho - em consequência da pesca predatória, da poluição e da falta de providências - tem de servir de exemplo, incentivar governos e cientistas a agir para salvar espécies à beira da extinção. "O nosso foi o primeiro estudo científico que não achou nenhum", disse ele numa entrevista por telefone. "Mesmo que restem alguns, não sabemos onde estão e não podemos fazer nada para evitar sua extinção." A equipa, que publicou suas conclusões no "Journal of the Royal Society Biology Letters" de quarta-feira, era composta por pesquisadores dos Estados Unidos, da Grã-Bretanha, do Japão e da China. A pesquisa foi autorizada pelo governo chinês, disse Turvey. O último registo confirmado de um baiji aconteceu em 2002, o mesmo ano em que morreu o último em cativeiro. A busca feita pela equipa incluiu varreduras visuais e acústicas. Foram usados dois barcos para percorrer 1.669 quilômetros, desde a cidade de Yichang até Xangai. A última busca do tipo, entre 1997 e 1999, havia encontrado 13 animais, mas Turvey disse que a pesca, a poluição e o tráfego no rio devem ter significado o fim do baiji. Dez por cento da população mundial vive à beira do rio. "Cobrimos a extensão duas vezes", disse Turvey. Os golfinhos passarão a ser classificados como possivelmente extintos. "É preciso aprender com isso a tornar os esforços futuros pela conservação mais dinâmicos", afirmou. "Sempre se falou tanto de ''salvem as baleias'' que esses cetáceos acabaram por escapar.
adaptado de "Portal ambiental"

23.7.07

bio_X no teu telemovel

Agora podes ter toda a qualidade dos artigos bio_X no teu telemóvel! Se tens um telemóvel com portal internet wap (i9, Optimus Zone, Vodafone live) podes aceder ao nosso blog digitando o nosso endereço url (www.biox6.blogspot.com)! Se tens um telemóvel com internet como o iPhone, o N95, N80, etc... podes aceder ao blog na sua forma original!

Momento criativo

"Uma longa viagem começa com um único passo".
( Lao-Tsé )
Todos juntos por um mundo melhor.

17.7.07

Um Não "Eco"-sistema

Como é possivel o ser humano estragar uma paisagem tão bonita como esta com lixo???

16.7.07

Pulmões do Planeta

Um terço da superfície terrestre é coberta por florestas, que desempenham um papel fundamental na absorção de dióxido de carbono (CO2). Sem as árvores, caberia apenas aos oceanos a «regeneração» dos gases com efeito de estufa, desequilibrando fatalmente o clima.A importância das florestas como «reservatórios» de CO2 tem um efeito perverso: a desflorestação (a um ritmo de 25 hectares por minuto) levada a cabo pelo Homem, através de queimadas, com o objectivo de abrir áreas agrícolas ou simplesmente de cortes industriais, envia todos esses gases novamente para a atmosfera. Estima-se que 30% da emissão anual de CO2 provenha da destruição de florestas.Mas não é apenas o clima que fica em risco. Estas áreas são riquíssimos ecossistemas: mais de dois terços das espécies terrestres vivem aqui. Apesar de ocuparem apenas 6% do planeta, albergam metade de todas as espécies conhecidas. Não admira, portanto, que a maioria dos animais em risco de extinção também viva nestes ecossistemas e que esteja em perigo precisamente por causa da desflorestação, que lhes destrói o habitat. Num contexto global, o grande objectivo é proteger a floresta virgem, que ocupa um quinto do total. E que está nas mãos, sobretudo, de três países: Rússia, Canadá e Brasil ­ «dono» da Amazónia.Em Portugal, a maior ameaça são os incêndios florestais um quarto dos fogos totais na Europa ocorrem no nosso país, por culpa de um clima cada vez mais quente e seco, sim, mas sobretudo devido ao caos que gere as nossas florestas (quase 90% retalhada em minifúndio e espalhada por milhares depequenos proprietários).
in Visão (adaptado)

2.7.07

Efeito de estufa Global

Desde a Segunda Guerra Mundial que o número de veículos subiu de 40 para 680 milhões. Se os actuais níveis de expansão continuarem, existirão mais de 1000 milhões de veículos em 2025.
O que acontece é que com o aumento de veículos, há um aumento das emissões de dióxido de carbono para o ar, logo, pode estabelercer-se uma relação entre o número de veículos e a quantidade de CO2. Por sua vez, um aumento de CO2 leva a um aumento da temperatura,havendo então um efeito de estufa global. Através da observação gráfico, podemos tiras as seguintes conclusões: -A América do Norte é a região que possui mais veículos automóveis; -Quantos mais veículos automóveis, mais as emissões de CO2; -A América do Norte,a Europa e a Ásia Central são os mais responsáveis pela libertação de CO2; -A Ásia Ocidental é a região que emite menos CO2; -A América do Norte, a Europa e a Ásia Central devem implementar medidas urgentes de redução de CO2
adaptado do livro "Bioterra-Sustentabilidade na Terra"

19.6.07

Al Gore diz que empresas dos EUA acordaram para o efeito de estufa

Empresas dos Estados Unidos acordaram para a crise climática, mas a administração do presidente George W. Bush está a falhar em agir rápido o suficiente, de acordo com o ex-vice-presidente americano Al Gore.
Numa nova edição de seu livro "Earth in the balance", Gore afirma que Wall Street e prefeitos de cidades por todo o país começaram a agir e, apesar de o tempo estar a esgotar-se, a batalha não está perdida.
"Wall Street sabe que temos um problema, e acredito que com os sinais e investimentos certos podemos criar os tipos de parcerias público-privadas que vão desencadear o poder dos mercados para resolver a crise climática", escreveu Gore.
Cientistas prevêem que as temperaturas médias globais vão aumentar entre 1,8º C e 4º C neste século devido à queima de combustíveis fósseis para energia e transporte, causando fome e tempestades e colocando em risco milhões de vidas.
No novo prefácio, Gore, que diz que a humanidade está em rota de colisão com a natureza, acusa a administração Bush de ser a ferramenta das potências petrolíferas para enfraquecer os alertas de cientistas.
O ex-candidato à Presidência afirmou que a ciência da mudança climática não está mais em disputa, e que o que falta é a vontade política de traduzir isso em acção efectiva.
"A menos que tomemos atitudes com coragem e rapidamente... estamos em grave perigo de cruzar o ponto em que não há mais retorno dentro dos próximos 10 anos", escreveu ele.
O prefácio foi escrito antes de Bush dizer, no mês passado, que convocaria uma reunião neste ano entre os maiores poluidores mundiais para discutir cortes a longo prazo das emissões de carbono - um evento que ambientalistas criticam como sendo uma forma de minar o Protocolo de Kyoto.
notícia publicada em 19/06/2007,
in Portal Ambiental

Biodiversidade do planeta caiu 30% nos últimos 30 anos, diz ambientalista

Desde 1961 até agora, o ser humano triplicou o uso dos recursos naturais da Terra provocando queda de 30% da biodiversidade mundial. Hoje, só há dois cenários possíveis: a sustentabilidade ou o colapso dos ecossistemas e, consequentemente, da humanidade. Por isso, o único meio de recuperar a capacidade do planeta é proteger e conservar os ecossistemas.
O diagnóstico do director do Instituto de Ecologia Política do Chile, Bernardo Reyes, foi apresentado nesta segunda-feira (19) no Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Até quinta-feira (21), o encontro contou com cerca de 1,7 mil pessoas de 20 nacionalidades em Foz do Iguaçu.
Para Jeff Price, do departamento de Ciências Geológicas e Ambientais da Universidade Estadual da Califórnia a questão que se coloca actualmente não é se a biodiversidade será afectada pelas mudanças climáticas, mas o quanto ela será afectada.
Embora reconheça o esforço de alguns países, questiona o que os gestores de unidades de conservação podem fazer para proteger suas áreas. De acordo com o ambientalista, falta informação básica, observação e monitorização de sistemas, infra-estrutura política, institucional e tecnológica, verba e priorização de áreas vulneráveis.
"Evitar a florestação, reflorestar áreas com espécies nativas, monitorizar as mudanças climáticas e como os ecossistemas lhes reagem são factores importantes para ajustar as estratégias de conservação”.
adaptado de
Ambiente Brasil,
19/06/1007

SOS Terra... um programa para ver e reflectir...

O programa SOS Terra é um programa que passa na RTP1, todos os dias antes do telejornal, apresentado por Sílvia Alberto e que está a fazer a contagem decrescente para um grande evento, o "Live Earth". O festival "Live Earth", que será realizado em prol do meio ambiente, vai acontecer no dia 7 de Julho com mais de 150 eventos em 24 horas em sete cidades do mundo.
Deste modo, é proporcionado a todos a possibilidade de ficar a saber mais sobre o ambiente e e como contribuir para a sua melhoria. Parabéns á RTP pelo óptimo trabalho que tem desenvolvido em prol do ambiente com programas, não só o SOS Terra, mas também com programas que passam em outros canais do Universo RTP.
adaptado de "Diário do Ambiente"

5.6.07

Dia do Ambiente

Hoje, dia 5 de Junho, dia do Ambiente, fala-se no aquecimento global.Assunto este, que ao longo das ultimas semanas temos falado. Deixamo-vos com um video que chocou, quer pela simplicidade das palavras quer pela frontalidade com que foram proferidas. E de novo relembramos que é de todos nós que depende o planeta, das nossas acções e atitudes. Aquilo que fazemos hoje reflectir-se-á amanhã.

28.5.07

Agricultura Biológica

A agricultura biológica é um indicador de uma sociedade ambientalmente responsável, pois, além de preservar o solo, contribui para a diminuição da poluição ambiental e da degradação dos ecossistemas. Embora seja mais cara, a agricultura biológica tem grandes vantagens: - reduz o uso de adubos e pesticidas e, desta maneira, evita a contaminação dos solos e a eutrofização; - mobiliza menos o solo devido à lavra segundo as curvas de nível já que o solo não é arrastado quando chove - novas técnicas agrícolas que não prejudiquem o ambiente - práticas de conservação do solo que mantenham os nutrientes e controlem a erosão - melhora a fertilidade dos solos - aumenta o húmus do solos - corrige carÊncias minerais - semeia leguminosas que funcionam como fertilizamntes naturais Desta maneira, e como não se usa pesticidas sintéticos, esta agricultura não contribui para a poluição aquática nem dos alimentos, sendo mais saudável e protectora do ambiente.

26.5.07

Projecto Escola Verde

No projecto "Escola Verde” o principal objectivo é promover a separação de resíduos: papel/cartão e plástico/metal. É importante que faça parte do quotidiano escolar a prática da separação de resíduos e da sua recolha selectiva. É então necessária a consciencialização, a colaboração e o empenho de todos, porque pequenos gestos fazem um mundo melhor. Nos próximos dias iremos divulgar um vídeo onde falaremos mais aprofundadamente do nosso projecto e de como separar o lixo. Saibam mais em http://www.escolaverde.blogspot.com

12.5.07

Eutrofização

O que acontece é que, devido ao uso excessivo de adubos e pesticidas, vão parar aos rios e lagos grandes quantidades de nitratos e fosfatos, o que faz aumentar exponencialmente o número algas superfícias. Estas, não permitindo a passagem de luz para as águas mais profundas, impedem a fotossíntese e, consequentemente, a respiração celular. A partir deste momento,os cadáveres entram em decomposição e há um aumento de dióxido de carbono e uma acidificação das águas. Consequências: - deixa de haver passagem de luz; - todos os seres vivos morrem; - a concentração de CO2 aumenta; - deixa de haver oxigénio na água; - o pH diminui (águas mais ácidas); - a probabilidade de se iniciar uma nova sucessão ecológica é baixa devido à falta de condições. Deste modo, apelamos mais uma vez aos nossos leitores para novas e melhores atitudes, desta vez, para que não usem excessivamente adubos e pesticidas! Obrigado!

29.4.07

Free Energy

OMV

Um dos nossos videos de 1 minuto sobre o ambiente. (os restantes ficarão postados em breve )

26.4.07

An Inconvenient Truth...or Convenient Fiction Part II

An Inonveniente Truth...or Convenient Fiction Part I

Al-Gore fala

Cartoon 5

Cartoon 4

Cartoon 3

Cartoon 2

Cartoon 1

Pegada Ecológica

Já ouviste falar de Pegada Ecológica? Se sim... calcula a tua no link que te damos no final do post. Se não... lê o que é e depois calcula a tua. A Pegada Ecológica constitui uma forma de medir o impacte humano na Terra. Exprime a área produtiva equivalente de terra e mar necessária para produzir os recursos utilizados e para assimilar os resíduos gerados por uma dada unidade de população. Pode ser calculada para um indivíduo, uma comunidade, um país, ou mesmo para a população mundial. Dito de outra forma, a Pegada Ecológica avalia a extensão com que uma dada população se apropria do espaço biologicamente produtivo. Uma vez que as pessoas usam recursos de todas as partes do mundo, e afectam locais cada vez mais distantes com os seus resíduos, esse espaço é, geralmente, o somatório de uma série de pequenas áreas distribuídas por todo o planeta que, na sua totalidade, tem vindo a aumentar. Para mais informações vai a: http://www.naturlink.pt/canais/Artigo.asp?iArtigo=6788&iLingua=1

Para calculares a tua pegada ecológica vai a :

http://www.earthday.net/footprint/info.asp?language=portuguese&country=portugal

Diverte-te... Comprimentos ecológicos bio_X

Consequências no Brasil do aquecimento global

Dois documentários, dois pontos de vista

Vamos agora publicar dois videos, e, dois pontos de vista sobre o GLOBAL WARMING, ou, se preferirem, o aquecimento global: um do AL-Gore outro de alguns cientistas. (infelizmente está em inglês).

"O Dia Depois de Amanhã"- Trailer

(Versão em Inglês)

25.4.07

"UMA VERDADE INCONVENIENTE" O TRAILER

PUT SOME ICE IN YOUR WARM LIFE

Diz não ao aquecimento global!!! Put some ice in your life!!! Faz!!! Brilha!!! Pensa!!! Discute!!!
Nada é mais belo do que a simplicidade, por isso vamos ser simples, vamos ser mais humildes e pensar que todas nossas acções têm reflexos na sociedade. Vamos preservar!!! Vamos preservar!!! Vamos planear!!! Vamos plantar!!! Vamos pensar nas atitudes, vamos tomar uma atitude!!!

  • VAMOS MUDAR PARA SALVAR O MUNDO
  • VAMOS MUDAR A MENTALIDADE PARA MUDAR O MUNDO
  • VAMOS MUDAR E RENOVAR OS HÁBITOS
  • VAMOS!

14.4.07

Resumo do filme "Uma verdade inconveniente"

Com frequência, os meios de comunicação social anunciam que, numa determinada parte do Mundo ocorreu um sismo, uma cheia ou uma seca que foi responsável por grandes perdas materiais e de vidas humanas, ou até mesmo uma floresta que foi incendiada e um petroleiro derramado, catástrofes muitas vezes causadas pela acção humana. São estas interferências consecutivas na Natureza que vão destruindo o nosso Planeta e as respostas da Natureza às acções humanas são evidentes.
A grande cheia de 2005, na Índia, os tristes episódios de inundações da Europa e da América do Norte, as secas extremas na África, Darfur e Níger, o Lago Chad, que a partir de 1973 secou até quase desaparecer, são marcas que claramente evidenciam o poder da Natureza ao responder às agressões ambientais. Ao longo dos anos, foi feita uma medição do dióxido de carbono na atmosfera e foi possível observar, através de um gráfico, que os valores de dióxido de carbono aumentavam cada vez mais com o passar do tempo e, curiosamente apresentavam oscilações no Hemisfério Norte no Verão: mais vegetação, logo mais plantas que absorvem o dióxido de carbono e no Inverno: há mais dióxido de carbono visto que as plantas caem, libertando-o.
Está cientificamente provado que a emissão de gases para a atmosfera como por exemplo o dióxido de carbono, o dióxido de Enxofre, o óxido de azoto e, principalmente, os CFC (Clorofluorocarbonetos) é causado pelo ser humano e tem aumentado ao longo do tempo.
O que acontece é que as grandes quantidades de dióxido de carbono enviadas para a atmosfera aumentam a temperatura à face da Terra já que estes gases retêm o calor – efeito de estufa, levando a um aquecimento global. Analisando os gráficos da temperatura e do dióxido de carbono, podemos concluir que encaixam perfeitamente, ou seja, o aumento de dióxido de carbono leva a um aumento da temperatura e, consequentemente, uma diminuição do dióxido de carbono leva a uma diminuição da temperatura.
O efeito de estufa não só é causado pela emissão de gases, como também pelas partículas finas, que retêm o calor.
A existência da atmosfera no nosso Planeta é essencial e esta, apesar de ser tão fina, nos últimos tempos, a sua espessura tem vindo a aumentar. Os raios solares incidem na Terra e são reflectidos raios infravermelhos. Havendo uma maior espessura da camada da atmosfera, esses raios ficam retidos na mesma, fazendo mais calor. Por estas razões, há um aquecimento global que tem várias consequências: Degelo das calotes polares, o que leva a uma falta de água doce na população (ex.: Argentina, Peru, Alpes), à subida do nível médio das águas do mar (podendo haver inundações e a costa ficar submersa) e à alteração da temperatura da água em todo o planeta. Vagas de Calor (ex.: Europa, Índia, EUA) Maior temperatura na origem de fortes tempestades, furacões, tornados (ex.: EUA, Japão), havendo destruição, mortes, refugiados Evaporação (nos oceanos e continentes) – quando a temperatura da água aumenta, aumenta também a velocidade do vento e há mais evaporação. Diminuição da espessura dos glaciares Água absorve 90% da radiação e aquece e o gelo reflecte 90% da radiação e derrete Ecossistemas desequilibrados e condições de vida do Planeta afectadas: falta de alimentos, muitas extinções, alterações dos ciclos reprodutivos dos seres vivos, branqueamento dos corais, novas doenças – insectos, parasitas, vírus, etc. e falta de habitats (ex.: O urso Polar que sem gelo, afogar-se-á) O ciclo das correntes marítimas é afectado, podendo ser alterado Por vezes, pensa-se que a Terra é tão grande que não pode ser afectada pelo aquecimento global assim tão rapidamente mas, neste momento, isso não é verdade. O Ozono é um gás que existe nas zonas mais altas da atmosfera, formando uma camada muito importante, pois absorve parte da radiação ultravioleta vinda do Sol e evita que esta chegue em grandes quantidades à superfície Terrestre. Nos últimos anos tem-se verificado uma diminuição progressiva da camada de Ozono, acentuando-se a destruição do buraco de Ozono. Os CFC, libertados através do uso de sprays e dos frigoríficos, são os principais responsáveis por esta destruição, para além da poluição evidentemente. Se a camada de Ozono continuar a diminuir à superfície terrestre, poderão chegar níveis elevados e perigosos da radiação ultravioleta, provocando efeitos negativos nas culturas agrícolas e queimaduras graves em alguns seres vivos (ex.: cancro de pele no ser humano. É verdade que a concentração de dióxido de carbono na atmosfera tem subido muito e a previsão para os próximos 50 anos não é nada agradável, podendo haver uma subida muito drástica e, consequentemente, temperaturas elevadíssimas.
Se a temperatura aumentar 2.5 ºC no global, em algumas regiões a temperatura vai aumentar drasticamente e noutras não aumentará muito. Nas regiões polares pode aumentar 6º C e nas regiões equatoriais pode aumentar apenas 0.5ºC. Há estudos que provam que as calotes polares desapareceram. O nosso planeta está a caminhar para nunca mais haver eras glaciares (correspondem à queda da temperatura quando há uma diminuição de dióxido de carbono). Daqui a algum tempo, podemos deixar de respirar ar puro. Todos estes problemas afectam inteiramente a população, podendo esta vir a diminuir face aos problemas respiratórios, às novas doenças, à incapacidade de adaptação a um novo clima, às mortes causadas pelas catástrofes naturais, etc. Claro que, cada vez mais, as pessoas vão tomando consciência, tendo novas atitudes e o governo vai tomando novas medidas para a redução da emissão de gases, de maneira a que se possa evitar que aconteçam tais situações previstas. Há valores das emissões de GEE (gases com efeito de estufa) estipulados, mas nem sempre são cumpridos. Cada país tem a sua política e cada política tem a sua maneira de pensar e tentar resolver os problemas ambientais. Mas estas medidas nem sempre são suficientes para não afectar a Natureza e impedir as agressões ambientais e, como tal é necessário a colaboração e ajuda de cada cidadão.
Criar mais espaços verdes, plantar mais árvores de folha permanente, fazer mais campanhas de sensibilização, não destruir espaços verdes para construção, aumentar os transportes públicos e utilizá-los mais, investir em energias renováveis e cumprir com os valores das emissões de GEE estipulados são alguns pequenos gestos que podem favorecer a Natureza e, deste modo, evitar quaisquer problemas futuros.

17.2.07

Sê ecológico!

Vigia as fugas de água!

A água é um bem precioso. Verifica sempre se deixaste a torneira aberta enquanto lavas os dentes ou as mãos.

Prefere ser consumidor primário!

Enriquece a tua alimentação com legumes e frutas. Obtens mais energia e varias a tua gastornomia.

Planta uma árvore!

Se plantares, por exemplo, uma cerejeira estás acontribuir para o aumento da população de melros, estorinhos e outras árvores frugitívoras.

Toma duche em vez de banho de imersão!

Ao preferires o duche, gastas metade da água e da energia para a aquecer.

5.2.07

Curiosidades: Amazonas

A bacia hidrográfica do amazonas bate o recorde de acolher a maior parte das espécies de aves nativas. Que percentagem destas espécies vindas de todo o mundo passa por lá?............................................................................................................. R: 30% das 9040 espécies de aves de todo mundo. Outros 16% vivem na Indonésia. Na sua maioria são áreas de florestas tropicais, ou de florestas associadas a zonas fluviais e pantanosas.......................................................................................................................................................................................................Bacia hidrográfica: Superfície de terreno drenada por uma rede hidrogáfica......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................Rede hidrográfica: Conjunto do rio proncipal e seus afluentes

7.1.07

Desafio: ajuda a salvar o ambiente...

Todos nós somos precisos para ajudar a salvar o ambiente, pois se cada um fizer a sua parte podemos fazer da Terra um planeta muito melhor; assim quando acordarmos de manhã e abrimos a janela poderemos respirar ar puro em vez do fumo dos carros, poderemos ouvir o chilrear dos pássaros em vez das buzinas dos automóveis, etc. Se acha que tudo isto e possivel... eis o desafio: durante o próximo mês, o gupo bio_X propõe a todos os seus leitores que no enviem por e-mail um artigo sobre como poupar/preservar a natureza. O melhor trabalho será publicado no blog e o vencedor poderá receber todos os artigos publicados no blog por e-mail. O e-mail para o qual deverão enviar os trabalhos ou no caso de terem alguma dúvida é: bioxesas@gmail.com Não se esqueçam de concorrer!! Uma iniciativa

bio_X

2.1.07

Tempo de Natal... Tempo de nos consciencializarmos

É no Natal que as pessoas gastam mais dinheiro, mais tempo, mais papel, mais árvores... mas é também uma época em que as pessoas param para pensar em certos aspectos que não pensaram ao longo do ano como, por exemplo, a preservação do ambiente. Não vale a pena voltar a referir todas as respostas da Natureza aos maus-tratos que o Homem exerce sobre esta, porque isso já todos nós sabemos. Mas vale a pena zelarmos pela sobrevivência do nosso planeta, o que passa pela colaboração de todos, não só através da reciclagem, mas também de muitos outros pequenos gestos que fazem toda a diferença... Porque o Natal é uma época em que todos estamos mais sensibilizados, podemos aproveitar para entrar no novo ano 2007 de uma maneira diferente... Deixo então uma mensagem aos nossos leitores de um bom Natal e um ano melhor do que todos os outros para todos e para a Natureza!